Conservação da Biodiversidade no semiárido

     A biodiversidade nas terras secas (semiárido) é de importância global, sendo fundamental para o bem-estar e para o desenvolvimento de milhões de pessoas nos países em desenvolvimento.

     Na Rio+20, em junho de 2012, os líderes globais de governos e da sociedade civil reafirmaram o valor intrínseco da diversidade biológica nas terras secas (semiárido) e reconheceram a gravidade da perda de biodiversidade global e da degradação dos ecossistemas.

Fonte: IUCN

    Embora as terras secas sejam implicitamente reconhecidas, ainda continua a ser inadequada a atenção a este importante ecossistema que cobre parcela significativa da superfície terrestre.

     A IUCN disponibilizou a publicação Conservação da Biodiversidade de terras secas (Conserving drylands biodiversity) que transmite conservação e gestão sustentável das terras secas e sua biodiversidade, bem como oferece um caminho viável para realizar metas internacionais de conservação e de desenvolvimento. Este livro é um recurso global destinado aos gestores de governos locais em semiárido, uma vez que é a primeira análise abrangente de biodiversidade de terras secas.  Aos interessados em saber mais e fazer download da publicação, cliquem aqui.

     Importante lembrar que teremos em 2013, em Fortaleza, a 2a. Conferência Científica da Convenção das Nações Unidas sobre Combate à Desertificação, informação já veiculada neste Blog Verde. Nesta conferência, o semiárido se configura em uma de suas temáticas.

 Fonte: IUCN – União Internacional de Conservação da Natureza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: