Valoração e contabilidade do capital natural para a Economia Verde

     Uma perspectiva econômica sobre a gestão dos ecossistemas é essencial para que os tomadores de decisão possam lidar com as limitações de recursos, bem como com as potenciais escolhas que, em geral, são conflitantes tanto na concepção quanto na implementação de políticas de desenvolvimento.

Fonte: PNUMA
Fonte: PNUMA

     O documento final da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20), intitulado “O futuro que queremos”, destaca a importância da economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza. A necessidade de medidas mais amplas de progresso para complementar índices convencionais, a exemplo do produto interno bruto ( PIB), também foi enfatizada na Rio+20 e é uma questão importante nas discussões que estão em curso sobre a agenda de desenvolvimento pós- 2015.

      Neste contexto, a ONU realiza, desde ontem, em Nairobi, a “International Conference on Valuation and Accounting of natural capital for Green Economy (VANTAGE) in Africa”.

     Assim, no sentido de atender às necessidades destacadas na Rio+20 e em outros fóruns internacionais, o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas (UNEP ), por meio dos Serviços de Ecossistemas começou trabalhar sob a Valoração e Contabilidade de Capital Natural para Economia Verde ( VANTAGE ), com particular destaque para os três aspecto, a saber: 1 – Avaliação Econômica; 2 – Contabilidade e 3 – Articulação Política.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: