29 de Julho – Dia do Patrimônio Cultural no Ceará

No estado do Ceará, 29 de julho é o Dia do Patrimônio Cultural do estado do Ceará, segundo a Lei Estadual n. 13.398/2003. A proteção ao patrimônio cultural encontra respaldo, também, na Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural, da UNESCO, de 1972, conforme coloquei em “post” anterior. Recentemente, em janeiro deContinuar lendo “29 de Julho – Dia do Patrimônio Cultural no Ceará”

Objetivos e metas de desenvolvimento sustentável para os governos locais

Vocês sabiam que os governos locais dos países signatários da Rio+20 (UNCSD 2012) tem compromissos firmados, prazos e metas a cumprir até 2025? Claro, isso se a opção deles for a promoção, em seus territórios, do desenvolvimento sustentável. Dentre os objetivos está favorecer a existência integrada de infraestrutura ambiental com relação ao saneamento (drenagem, água,Continuar lendo “Objetivos e metas de desenvolvimento sustentável para os governos locais”

O desafio da sustentabilidade

Quando se fala em sustentabilidade, necessário dizer que seu conceito não é estanque, é, na verdade, um processo. Um desafio que permite, à sociedade em conjunto com os tomadores de decisão, balancear os interesses (individuais e coletivos) dentro de um determinado espaço; de maneira que as funções ecológico-econômicas dos recursos ambientais permaneçam ao longo doContinuar lendo “O desafio da sustentabilidade”

Terras secas: compromisso na Rio+20

As drylands (terras secas) ocorrem naturalmente e são caracterizadas pelo clima da região e pela escassez de água. A necessidade de se discutir políticas de intervenção nessas áreas compreende sua forma de uso e ocupação, que podem levar a processos de desertificação. A desertificação é o último estágio de degradação dos recursos naturais. No nordesteContinuar lendo “Terras secas: compromisso na Rio+20”

Rio +20: O futuro que queremos

Texto publicado originalmente no Jangadeiro Online, por ocasião da Rio +20 Dois ilustres cearenses foram agraciados com a Medalha de Honra ao Mérito da França: o professor Antônio Rocha Magalhães, de Canindé, pelo reconhecimento do trabalho, inclusive da ICID+18; e o presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Gilberto Câmara, de Quixeramobim. Momento muitoContinuar lendo “Rio +20: O futuro que queremos”