Probabilidade de chuvas abaixo da média no Ceará, até maio/2016

    O Prof. Eduardo Sávio, presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), disse hoje, fazendo referência ao prognóstico climático elaborado para os meses de março, abril e maio de 2016 no Ceará, que “segue tendência de poucas precipitações até o fim da quadra chuvosa. Não é a informação que gostaríamos de passar, mas, como instituição, temos o dever de mostrar os riscos para os tomadores de decisão”.

      Segundo esta previsão, há 70% de probabilidade de o Estado ter chuvas na categoria abaixo da média no próximo trimestre. As chances de haver precipitações na categoria em torno da média e de 25% na categoria acima da média e 5%.

Eduardo_Savio_funceme_2016

     Conforme o Prof. Eduardo Sávio, o principal fator que influencia essa perspectiva de persistência da seca no Ceará é a atuação do El Niño, que traz impactos negativos no regime de chuvas do Estado principalmente nos meses de abril e maio. “Significa dizer que a maior probabilidade é de que o acumulado de chuvas nos meses de março, abril e maio não consiga atingir a categoria em torno da média histórica. Já comunicamos aos setores estratégicos sobre essa tendência negativa. Agora, o que devemos fazer é nos preparar para um cenário mais complicado e conscientizar a população a fazer uso responsável da água, pois a situação dos açudes preocupa, com apenas 12,7% da capacidade total do Estado”, advertiu.

Fonte: Funceme

%d blogueiros gostam disto: