Centro de Ciências Agrárias recebe o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – edição 2020

            Este ano de 2020, o Centro de Ciências Agrárias (CCA) recebe a Medalha Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa. O Centro de Ciências Agrárias é uma unidade acadêmica da Universidade Federal do Ceará (UFC). O CCA foi fundado com o nome Escola de Agronomia do Ceará como entidade particular de ensino superior, em 30 de março de 1918, portanto com mais de 100 anos.

Fonte: SEMA, 2019.

            O processo de escolha do agraciado é realizado no âmbito do Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga, que tem por base o Decreto Estadual no 27.781, de 26 de abril de 2005. O Prêmio é concedido, anualmente, a uma pessoa física ou jurídica (pública ou privada), alternadamente, considerando o desempenho de suas ações para a proteção do Bioma Caatinga e o desenvolvimento sustentável.

            As indicações ao Prêmio são feitas pela sociedade civil. Qualquer cidadão pode indicar pessoas (físicas em anos ímpares e jurídicas em anos pares) para concorrerem ao prêmio. Este ano foram quatro indicações: Centro de Ciências Agrárias; Instituto Brasil Solidário; Sindicato das Indústrias Refinadoras de Cera de Carnaúba no Estado do Ceará (Sindcarnaúba) e Associação de Desenvolvimento Educacional e Cultural (ADEC). Em votação dos membros do Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga venceu o Centro de Ciências Agrárias.

Fonte: UFC, 2020.

            Dentre os motivos que consideraram a indicação e escolha ao prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa para o Centro de Ciências Agrárias, estão sua forte atuação na proteção do Bioma Caatinga, considerando a formação de milhares de profissionais nos cursos de graduação e de pós-graduação, ao longo de 100 anos de história, dos seus 8 departamentos; sendo boa parte desses trabalhos com ênfase em atividades de proteção e convivência com o semiárido, no Bioma Caatinga.

            Alguns exemplos de atuação do corpo docente do CCA/UFC são:

– “Áreas prioritárias para a conservação, uso sustentável e repartição de benefícios da biodiversidade brasileira”, de 2007;

– o documento “A Caatinga na Rio+20”, que culminou com o documento Declaração da Caatinga, em 2012, com 56 compromissos para a promoção do desenvolvimento sustentável da Caatinga;

– coordenação e realização da Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) do Projeto Mata Branca, com resultados altamente satisfatórios, conforme os Relatórios Finais do GEF Caatinga/Banco Mundial.

            A Professora Dra. Sônia Oliveira, Diretora do Centro de Ciências Agrárias, recebeu a notícia do prêmio, expressando as seguintes palavras: “o Centro de Ciências Agrárias da UFC ter sido agraciado com o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, concedido pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga, é uma honra para todos que fizeram e fazem esta unidade acadêmica e isto se deve ao reconhecimento da grandeza da sua história e da sua relevância para o desenvolvimento sustentável do Estado do Ceará”.

            A outorga do Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa ao CCA/UFC coroa o desempenho do corpo docente que atua com responsabilidade e compromisso, há mais de 100 anos, em ensino, pesquisa e extensão; produzindo e disseminando conhecimento e tecnologia na necessária proteção dos recursos naturais do Bioma Caatinga e no desenvolvimento sustentável da região semiárida.

            A professora Sônia Oliveira recorda ainda que: “assim, das lições do consagrado mestre José de Guimarães Duque que preconizava o cultivo de plantas xerófilas, a criação de animais adaptados ao semiárido e a irrigação de áreas adequadas, o Centro de Ciências Agrárias avançou e hoje oferta seis Cursos de Graduação (Agronomia, Engenharia de Pesca, Engenharia de Alimentos, Zootecnia, Gestão de Políticas Públicas e Economia Ecológica) e nove Programas de Pós-Graduação (Mestrado Acadêmico e Mestrado Profissional em Avaliação de Políticas Públicas; Mestrado e Doutorado em Economia Rural; Mestrado e Doutorado em Biotecnologia de Recursos Naturais; Mestrado e Doutorado em Ciência do Solo; Mestrado e Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos; Mestrado e Doutorado em Engenharia Agrícola; Mestrado e Doutorado em Engenharia de Pesca; Mestrado e Doutorado em Fitotecnia e Mestrado e Doutorado em Zootecnia)”.

            A data de entrega do Prêmio ainda não está marcada em virtude da pandemia do novo Coronavírus que, ainda, é uma realidade em nosso tempo e em nosso território. Mas quando essa pandemia passar, estaremos juntos celebrando a vida e a memória daqueles que foram protagonistas dessa bonita história do CCA/UFC.

            Merecida e justa homenagem a esse centro de excelência. Nossos parabéns a todos os professores que fizeram e que fazem parte do Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal do Ceará. Gratidão a todos vocês por serem parte da construção de um Ceará mais justo, mais inclusivo e que se preocupa com o desenvolvimento sustentável e com a proteção do Bioma Caatinga, único e singular no mundo.

%d blogueiros gostam disto: