Cenário atual do ODM 5- Melhorar a saúde das gestantes

Reduzir em três quartos, entre 1990 e 2015, a razão de mortalidade maternal é a meta internacional do ODM 5.verde03

No mundo inteiro, a mortalidade materna caiu quase pela metade desde 1990, mas os níveis são muito distantes da meta de 2015, diz o Relatório The Milennium Development Goals Report 2012 (MDG 2012). Um dos aspectos positivos é a constatação do atendimento pré-natal para mulheres grávidas em quase todos os países em desenvolvimento, onde estão as maiores taxas de mortalidade materna.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um mínimo de quatro visitas de pré-natal, incluindo, no mínimo, triagem e tratamento para infecções e identificação de sinais de alerta durante a gravidez. Na maioria das regiões em desenvolvimento, tem havido um progresso constante na tal cobertura, com uma aceleração no Norte da África e Sul da Ásia desde 2000 (MDG, 2012).

No Brasil, a mortalidade materna vem caindo desde 1990. Para atingir a meta do quinto Objetivo de Desenvolvimento do Milênio (ODM), o Brasil deverá apresentar Razão de Mortalidade Materna (RMM) igual ou inferior a 35 óbitos por 100 mil NV (nascidos vivos) até 2015, o que corresponde, então, a uma redução de três quartos em relação ao valor estimado para 1990 (IPEA, 2010).

O Brasil deve alcançar essa meta e vai, de maneira rápida, atingindo o patamar requerido.

 

Fonte: UNDP (2012) e IPEA (2010).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: